cartao.bolsa_.familia

Atualização cadastral do Bolsa Família termina na sexta-feira

Famílias com cadastros desatualizados devem procurar atualizar suas informações no CRAS, a fim de evitar o bloqueio ou o cancelamento do benefício.

Beneficiários do Bolsa Família que estão há mais de dois anos sem atualizar seus dados no Cadastro Único precisam fazê-lo até sexta-feira (18). As famílias nessa situação devem procurar o CRAS-Centro de Referência da Assistência Social.

Em 2015, foram convocadas mais de 1,8 milhão de famílias que não atualizavam o cadastro desde 2012. Todas receberam avisos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) no extrato de pagamento do Bolsa Família e foram informadas por cartas. O beneficiário que não atualiza os dados pode ter o benefício bloqueado e, depois, cancelado.

Para atualizar o cadastro, o titular do cartão deve procurar o setor responsável pelo Bolsa Família, levando seu CPF – ou o Título de Eleitor – e pelo menos um documento dos demais integrantes da família. A revisão é um processo obrigatório e de rotina, realizado todos os anos. Para o governo federal, a atualização cadastral é importante para que as famílias possam receber um atendimento mais preciso. O cadastro atualizado é garantia de um serviço com qualidade.

Quando a família tem o benefício bloqueado porque não atualizou o cadastro, ela ainda tem a oportunidade de comparecer ao setor do Bolsa Família e revalidar as informações  no Cadastro Único. Se, após a atualização, a família continuar dentro do perfil para receber o benefício, ela permanecerá no programa.