VR3MQw81oDFNBBpIhn5R5KCZoHt6rZd7PHPHEG2ctzQ

8ª CONFERENCIA MUNICIPAL DE SAÚDE É REALIZADA EM BONFINÓPOLIS DE MINAS

Aconteceu no dia 17 de julho no Salão Paroquial a VIII Conferencia Municipal de Saúde com tema SAÚDE PÚBLICA DE QUALIDADE PARA CUIDAR BEM DAS PESSOAS – DIREITO DO POVO BRASILEIRO, com participação de 150 pessoas. Esteve presente o EXMO prefeito Donizete Antonio dos Santos, Jose dos Reis Domingos Silva Secretário Municipal de Saúde, representantes do Poder Legislativo vereadores Fernanda Oliveira, Reginaldo Palma, José Lúcio, Manoel do Ima, Neuber Simões e Zezinho Tucano, Luiz Araujo Diretor da Gerencia Regional de Saúde de Unaí e Maria Lenice da Atenção Primária da Gerencia Regional de Saúde, conselheiros municipais de saúde, enfermeiros e demais profissionais do município, secretários da administração, Pedro Evangelista e Thaiza Marcovig da Secretaria Municipal de Saúde de Uruana de Minas. O evento foi muito importante para usuários e participantes avaliar os serviços públicos de saúde prestados e propor melhorias no sistema com apresentação de propostas para os 3 níveis de governo.

Segue abaixo propostas apresentadas pela comunidade por eixo temático:

Eixo: I – Direito à Saúde, Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade

  • Contratar mais profissionais para a área da saúde e ampliar a oferta das especialidades médicas;

2 – Aquisição de Unidade Móvel de Saúde para atendimento na zona rural.

 

Eixo: II – Participação e Controle Social

  • Estruturar os Conselhos;
  • Conscientizar a população;
  • Educação continuada;
  • Criação de uma organização dos seguimentos;
  • Curso de humanização para funcionários;
  • Aumento do repasse do estado por procedimento;

7 – Implantação de Hospital Regional centralizado visando reduzir danos a saúde da população.

Eixo: III – Valorização do Trabalho e da Educação em Saúde

  • Propor políticas de gestão do trabalho e de educação que estimulem a fixação dos profissionais fortalecer a carreira pública, valorizam o trabalho e atendam às necessidades de saúde da população;
  • Assegurar ambientes de trabalho saudáveis e promotores do bem estar dos usuários e usuárias, dos trabalhadores e trabalhadoras e dos estudantes;
  • Garantir o atendimento da equipe de saúde da família em comunidades rurais (médicos, enfermeiros e técnicos);

4 – Investir na carreira pública para os servidores, realizando concursos públicos pelo Regime Jurídico Único (RJU) com plano de carreira para contratação de profissionais de saúde para o SUS, abolindo todas as formas de precarização do trabalho.

Eixo: IV – Financiamento do SUS e Relação Público – Privado

  • Comprometimento de 10% das receitas correntes brutas da União e ser aplicado em ações específicas de saúde, empregadas de acordo com o número de habitantes contemplando os ambientes de aprendizagem e as práticas nos serviços do SUS;
  • Realizar repasse do teto das ações de Média Complexidade MAC conforme produção do município;

3 – Aumentar a quantidade de procedimentos pelo SUS adequando a realidade dos valores da tabela SUS.

 

Eixo: V – Gestão do SUS e Modelos de Atenção à Saúde

1 – Criar um plano terapêutico de acordo com a necessidade dos agravos da população residente das micro áreas de saúde, com apoio de psicólogos, garantindo a implantação do CAPS.

Eixo: VI – Informação, Educação e Política de Comunicação do SUS.

  • Melhorar a comunicação interna (entre profissionais e gestão) através do serviço prestado no dia a dia, contratar profissionais para o cargo de educador em saúde (com formação e especialização em saúde pública) para assim disseminar as informações da saúde pública para a população, sendo também o responsável para acolher indagações, propostas e assim recorrer ao gestor local, regional, estadual e nacional afim de obter respostas para a população;
  • Cadastrar os conselheiros no programa de Inclusão Digital (PID) afim de capacita-los para melhor atuação do conselho nas políticas públicas de saúde municipal;
  • Eleger um conselheiro em cada conselho, sendo responsável em levar e trazer as demandas do conselho de saúde municipal ao conselho estadual e federal;
  • Designar uma comissão de Fiscalização, composta por membros do Conselho Municipal de saúde e da comunidade, que irão requerer informações das propostas que foram executadas ou não pelos gestores, pós conferência de saúde com devidas justificativas.

Eixo: VII - Ciência, Tecnologia e Inovação no SUS.

  • Otimizar o sistema de atendimento no município, evitando que o mesmo usuário seja atendido nas três unidades com a mesma queixa;

2- Otimizar a implementação do E-SUS;

3- Ampliar as pesquisas que envolva os medicamentos utilizados na atenção AB, visando melhorar a lista de medicamentos do SUS, com intuito de combater as endemias (Sífilis, Chagas, Leishmaniose, Tuberculose e HIV);

4- Ampliar as vagas regularizadas pelo SUS-Fácil;

  • Incentivo do Governo Federal em pesquisas, com a finalidade de diminuir as importações e patentear as pesquisas científicas brasileiras.

 

Durante o evento foi escolhido 04 delegados para defender as propostas na etapa estadual que acontecera em Belo Horizonte no período de 01 a 04 de setembro.